Traduzindo livremente podemos chamar o ransomware (também conhecido como cryptomalware) de software do resgate, um tipo de ameaça que cobra um certo valor (na esmagadora maioria dos casos em Bitcoins ) para que dados ou acesso sejam restabelecidos. Uma espécie de sequestro digital, onde você é ao mesmo tempo vítima e negociador de um terrorista bits, que o coloca em cheque com o seguinte ultimato: seu dinheiro ou a vida e integridade dos seus arquivos e dispositivos.

Se em grande parte da história da humanidade a posse de terras dava muito poder aos que detinham, atualmente com esse processo de globalização desenfreado, os dados são a grande referência, e nada melhor do que o cibercrime explorar isso, colocar em dúvida a integridade de informações pessoais, o acesso a um dispositivo ou no caso de empresas a paralisação dos trabalhos.

O mais atual:

Petya:

  1. Começou a circular em março de 2016
  2. Criptografa os primeiros setores do disco, impedindo a inicialização do disco
  3. Até o resgate ser pago o computador fica completamente inutilizável

 

Post anterior
BLOG DE SUCESSO: PSICOLOGIA ACESSÍVEL
Próximo post
LibreOffice Magazine 23 é lançada

Posts Relacionados

Nenhum resultado encontrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu